quinta-feira, 24 de junho de 2010

Escola da Ponte

SOBRE A RELEVÂNCIA DO CONHECIMENTO E DAS APRENDIZAGENS
Todo o conhecimento verdadeiramente significativo é autoconhecimento, pelo que se impõe
que seja construído pela própria pessoa a partir da experiência. A aprendizagem é um processo
social em que os alunos, heuristicamente, constroem significados a partir da experiência.
Valorizar-se-ão as aprendizagens significativas numa perspectiva interdisciplinar e holística do
conhecimento, estimulando-se permanentemente a percepção, a caracterização e a solução de
problemas, de modo a que o aluno trabalhe conceitos de uma forma consistente e continuada,
reelaborando-os em estruturas cognitivas cada vez mais complexas.
É indispensável a concretização de um ensino individualizado e diferenciado, referido a uma
mesma plataforma curricular para todos os alunos, mas desenvolvida de modo diferente por cada
um, pois todos os alunos são diferentes. Os conteúdos a apreender deverão estar muito próximos
da estrutura cognitiva dos alunos, bem assim como dos seus interesses e expectativas de conhecimento.
A essencialidade de qualquer saber ou objectivo concreto de aprendizagem deverá ser aferida
pela sua relevância para apoiar a aquisição e o desenvolvimento das competências e atitudes
verdadeiramente estruturantes da formação do indivíduo; a tradução mecânica e compartimentada
dos programas das áreas ou disciplinas curriculares em listas inarticuladas de conteúdos ou objetivos
avulsos de aprendizagem não conduz à valorização dessa essencialidade.
O envolvimento dos alunos em diferentes contextos sócio–educativos e a complementaridade
entre situações formais e informais favorecem a identificação de realidades que frequentemente
escapam às práticas tradicionais de escolarização e ensino.
A avaliação, como processo regulador das aprendizagens, orienta construtivamente o percurso
escolar de cada aluno, permitindo-lhe em cada momento tomar consciência, pela positiva, do
que já sabe e do que já é capaz.
Acompanhar o percurso do aluno na construção do seu projecto de vida, tendo consciência
da singularidade que lhe é inerente, impõe uma gestão individualizada do seu percurso de aprendizagem.
A diversidade de percursos possíveis deverá no entanto acautelar o desenvolvimento
sustentado do raciocínio lógico matemático e das competências de leitura, interpretação, expressão
e comunicação, nas suas diversas vertentes, assim como a progressiva consolidação de todas
as atitudes que consubstanciam o perfil do indivíduo desenhado e ambicionado neste Projeto
Educativo.

Um comentário:

  1. Iza, venha conhecer o "Sonho Azul" em http://madalenamadalupe.blogspot.com/

    ResponderExcluir